Logo
(351) 231 930 905
(351) 963 629 333
geral@farmacianovabalau.com
Rua Dr Francisco António Diniz nº 30, 3050-239 Luso
0000000

aa@aa.aa
(351) 231 930 905
(351) 963 629 333
geral@farmacianovabalau.com
Rua Dr Francisco António Diniz nº 30, 3050-239 Luso

A menopausa surge quando o período menstrual da mulher cessa, o que acontece porque gradualmente perde a sua função ovárica e, portanto, deixa de produzir as hormonas estrogénio e progesterona. A partir dessa altura, a mulher já não pode engravidar. 1,2

A idade média da menopausa é aos 51 anos, mas pode acontecer alguns anos mais cedo ou alguns anos mais tarde, com um espectro que vai dos 48 aos 54 anos. 1,2

Só depois de 12 meses de ausência de períodos menstruais é que se considera que a mulher entrou em menopausa.1

Cada mulher é diferente

A menopausa afeta cada mulher de forma diferente. Algumas podem sentir várias queixas, enquanto outras não apresentam nenhum sintoma.1

Sintomas habituais
  • Afrontamentos: Consistem numa sensação súbita de calor no rosto e no pescoço mas que, em alguns casos, pode afetar todo o corpo. Podem fazer-se acompanhar de transpiração abundante e arrepios de frio : 48,2%
  • Dores nas articulações: 41,5%.
  • Secura vaginal: 32,6%.
  • Diminuição da libido: As paredes da vagina tornam-se mais finas e secas devido aos níveis mais baixos de estrogénio, o que pode afetar as relações sexuais e a líbido. –32,5%.
  • Suores noturnos: A mulher pode sentir mais dificuldade em conciliar o sono e ter suores noturnos, o que leva a que esteja mais cansada durante o dia. – 28,5%.
  • Aumento de peso, ansiedade, insónia continuada, alterações de humor, flacidez da pele: entre 20-25%.
  • Stress, irritabilidade, fadiga, secura ocular, perdas de urina, perdas de memória a curto prazo: entre 15-20%.
  • Comichão, perda de auto-estima, depressão: menos de 15%.1
Perante os sintomas, o que fazer?

Em função das necessidades de cada mulher, a mesma deve conversar com o médico ginecologista e aconselhar-se com este em relação às mudanças que pode fazer no âmbito do estilo de vida e às soluções terapêuticas disponíveis que podem ajudar a atenuar ou eliminar as queixas.1,2

No dia a dia existem estratégias que a mulher pode adotar para atenuar alguns dos sintomas:

Afrontamentos 

Detetar aquilo que despoleta ou intensifica os afrontamentos de modo a evitá-los (ingestão de bebidas alcoólicas, alimentos picantes, bebidas com cafeína, stresse ou ambientes quentes).

Vestir várias peças de roupa, removendo uma peça de roupa quando começar a sentir um afrontamento.

Respirar lenta e profundamente quando sentir um afrontamento.

Colocar uma ventoinha em casa e no local de trabalho.

Dificuldade em adormecer

Não deve fazer sestas.

As refeições antes de se deitar devem ser leves.

Não ingerir bebidas alcoólicas ou com cafeína nas duas horas que antecedem a altura de se ir deitar.

O quarto deve estar escuro, silencioso e a uma temperatura amena.

Secura vaginal

Utilizar um lubrificante vaginal pode ajudar a mulher a sentir-se mais confortável durante as relações sexuais. A Farmácia Nova aconselha o uso de Durex Sensilube, para mais informações http://www.durex.pt/produtos/lubrificantes/geles-de-conforto/durex-sensilube/.

Alterações de humor e de memória

Praticar exercício físico regularmente e dormir o suficiente vão ajudar a mulher a sentir-se melhor e a ter o humor estabilizado.

Dedicar-se a atividades relaxantes e evitar encarregar-se de demasiadas tarefas em simultâneo.

Praticar atividades que ajudem a estimular a memória e a concentração como palavras cruzadas, sopas de letras ou puzzles. 1

Referencias Bibliográficas :

[1] https://www.saudecuf.pt/mais-saude/artigo/menopausa-como-atenuar-os-sintomas-mais-comuns

[2] http://www.ausonia.pt/pt-pt/informa-te/menopausa/sintomas-da-menopausa