Logo
(351) 231 930 905
(351) 963 629 333
geral@farmacianovabalau.com
Rua Dr Francisco António Diniz nº 30, 3050-239 Luso
0000000

aa@aa.aa
(351) 231 930 905
(351) 963 629 333
geral@farmacianovabalau.com
Rua Dr Francisco António Diniz nº 30, 3050-239 Luso

GRIPE ou CONSTIPAÇÃO? Eis a questão!

Muitas vezes confundidas, mas com diferenças acentuadas:

– Os vírus responsáveis pela gripe e pela constipação são distintos;

– A intensidade e duração dos sintomas não é a mesma;

– Complicações decorrentes são variáveis.

GRIPE

Doença aguda viral que afeta especialmente as vias respiratórias. A transmissão do vírus é feita através de espirros ou tosse, e/ou por contato direto (por exemplo: as mãos tocarem em objetos contaminados com as secreções de alguém infetado.)

Sintomas:

– mal estar repentino;

– arrepios;

– febre alta (38-40ºC);

– dores de cabeça (cefaleias);

– dores musculares e/ou  dores articulares;

– olhos inflamados

Os sintomas são mais intensos e com recuperação mais lenta que os da constipação, começando a sentir-se melhor 2 a 5 dias após o início dos sintomas, podendo demorar até 2 semanas para total recuperação.

Prevenção:

– Vacinação anual durante os meses Outono / Inverno e de preferência nos meses de Outubro/Novembro – o pico da gripe da gripe ocorre entre novembro e fevereiro.

– Evitar o contágio através: do uso de máscara boca-nasal , resguardo, lavagem frequente das mãos com água e sabão.

– Quando tossir ou espirrar, utilizar um lenço de papel ou o antebraço para tapar boca e nariz (não usar as mãos).

População alvo a ser vacinada (com indicação médica):

– pessoas com idade igual ou superior a 65 anos;

– pessoas que sofrem de doenças crónicas dos pulmões, coração, fígado, rins…

– diabéticos;

– grávidas com mais de 12 semanas de gestação;

– profissionais de saúde;

– pessoas portadoras de outras patologias que diminuam a resistência às infeções.

Terapêutica Farmacológica:

Consulte o seu médico ou farmacêutico.

Terapêutica não Farmacológica:

– repouso;

– usar água do mar para limpar as vias respiratórias e diminuir a congestão nasal;

– beber muitos líquidos ao longo do dia.

NOTA: A complicação decorrente mais frequente é a pneumonia.

CONSTIPAÇÃO

Infeção das vias respiratórias superiores, sobretudo nariz, garganta e ouvidos.

A transmissão ocorre, principalmente, de indivíduo para indivíduo através do contacto com as secreções respiratórias da pessoa infetada.

Sintomas:

– congestão, comichão e corrimento nasal;

– diminuição ou perda do olfacto e do paladar;

– espirros,

– olhos lacrimejantes,

– irritação, dor de garganta e/ ou de cabeça;

– febre, geralmente, baixa.

Terapêutica Farmacológica:

Consulte o seu médico ou farmacêutico.

Terapêutica não Farmacológica:

– repouso,

– a ingestão de água, sumos de fruta, infusões/ chás;

– a não exposição a ambientes frios e  com fumo;

-a utilização de soro fisiológico para aliviar a obstrução nasal;

SABIA QUE?

Os antibióticos atuam nas bactérias e não nas infeções provocadas por vírus e NUNCA devem ser tomados sem prescrição médica?!